terça-feira, 17 de novembro de 2015

SLIDES DA SEMANA - LIÇÃO 8 DA CPAD - JOVENS

RELACIONAMENTO COM PESSOAS DE UMA FÉ DIFERENTE
Acesse

http://pt.slideshare.net/DanniloStelio/licao-8-relacionamento-pessoas-fe-diferente-cpad-quarto-trimestre-de-2015

sábado, 3 de janeiro de 2015

JESUS NÃO ERA CARPINTEIRO !

Segundo o PORTAL METODISTA:

 Séforis, em hebraico zippori, é um sítio arqueológico preservado hoje como Parque Nacional de Israel. Está localizado na Baixa Galiléia a uns 6 km a noroeste de Nazaré.

O nome, Séforis, significa “pássaro”. Seguramente recebeu este nome porque era uma cidade situada sobre a colina na forma de um pássaro. Foi no início do período romano que Séforis chegou ser uma cidade importante na Baixa Galiléia. Herodes Antipas herdou o território da Galiléia e da Peréia do seu pai, Herodes o Grande, e depois da destruição de Séforis em 4 a.C. começou imediatamente a reconstruir a cidade. Ela foi a sede do seu governo até que foi construída a cidade de Tiberíades.

Segundo Josefo, Séforis era “o ornamento de toda Galiléia” (Antigüidades 18.2.1) e “a cidade mais forte da Galiléia” (Guerra 2.18.11). Na cidade tinha um teatro para 4.500 pessoas e um palácio.


A aldeia de Nazaré que provavelmente contava com menos de 500 pessoas no início do século 1 d.C. estava a menos de 6 quilômetros de Séforis. Jesus e o seu pai eram artesãos de construção (“tekton”) e que provavelmente participaram na reconstrução de Séforis pelo Herodes Antipas.

Portanto, a idéia de Jesus como um carpinteiro, trabalhando somente em madeira, pode estar ERRADA. 

Jesus como pedreiro ou artesão, carregando pedras, batendo argamassa, etc, pode parecer muito estranha para a maioria das pessoas. Mas pode estar correta.

O que a Bíblia diz sobre isso ? Vamos ao profeta messiânico, Isaías: 

Ele cresceu diante dele como um broto tenro, e como uma raiz saída de uma terra seca. Ele não tinha qualquer beleza ou majestade que nos atraísse, nada em sua aparência para que o desejássemos. Foi desprezado e rejeitado pelos homens, um homem de tristeza e familiarizado com o sofrimento. Como alguém de quem os homens escondem o rosto, foi desprezado, e nós não o tínhamos em estima. Isaías 53:2-3. 

As pessoas sempre aplicam este texto no sentido espiritual. Mas e quanto ao sentido material ? A mim, parece perfeitamente plausível, principalmente por que a Bíblia nos assevera que em tudo Jesus foi semelhante aos irmãos.

O que um judeu daquela época, de procedência humilde, faria para se manter honestamente ? trabalharia, é claro ! E Jesus e sua família iriam deixar uma oportunidade de trabalho a apenas 6 quilômetros de distância ? penso que não.

Aqui também há uma aplicação espiritual.

É comum ouvirmos pessoas rejeitando o convite para virem a Cristo dizendo que eles não são como madeira torta que o "Carpinteiro de Nazaré" poderia consertar, e sim, são como pedra, que não tem mais jeito. Bem, para esses, o "tekton" de Nazaré é a solução !